Tudo sobre a anemia
Tudo sobre a anemia

Tudo sobre a anemia

0 comentários
< Voltar ao blog

Tudo sobre a anemia

Sofre de algum tipo de anemia? Neste artigo explicamos o que é a anemia, quais as causas, os sintomas e o que fazer ao nível da prevenção.

A anemia é uma situação clínica em que o conteúdo de hemoglobina no sangue diminui para valores inferiores aos considerados normais para a idade, sexo, etapa de crescimento ou para uma situação de gravidez1.

No nosso sangue há três tipos fundamentais de células: glóbulos vermelhos, glóbulos brancos, e plaquetas. Os glóbulos vermelhos contêm hemoglobina, que é responsável por transportar o oxigénio desde os pulmões para todo o corpo (e, no sentido inverso, por levar o dióxido de carbono até aos pulmões, onde é eliminado). Na presença de insuficientes glóbulos vermelhos para que o oxigénio seja distribuído de forma eficaz, podemos desenvolver diversos sintomas2,3.

Quais as causas da anemia?

A anemia pode ser causada por vários fatores2:

  • Deficiências nutricionais, causadas por hábitos alimentares inadequados ou pela absorção deficitária de nutrientes. A causa nutricional mais comum da anemia é a deficiência de ferro4, embora as deficiências de folato, vitamina B12 e vitamina A também sejam causas importantes;
  • Infeções (por exemplo: malária, infeções parasitárias, tuberculose, HIV);
  • Inflamação;
  • Doenças crónicas;
  • Condições ginecológicas e obstétricas;
  • Distúrbios hereditários dos glóbulos vermelhos.

Quais são os sintomas que podem levar a detetar uma anemia?

A diminuição progressiva do nível de hemoglobina e de eritrócitos no sangue provoca um agravamento nos sinais e nos sintomas da anemia, o que se pode refletir em:

  • Fadiga e falta de força
  • Palidez
  • Dor de cabeça, irritabilidade, alterações do sono
  • Tonturas
  • Dificuldade de concentração
  • Depressão
  • Tensão arterial baixa, desmaio
  • Unhas quebradiças
  • Falta de apetite
  • Ritmo cardíaco acelerado (taquicardia)

O que fazer ao nível da prevenção?

Para a prevenção da anemia é crucial adotar uma alimentação completa e equilibrada, bem como um estilo de vida globalmente saudável1. Além disso, é importante realizar analises clínicas regulares de forma a verificar os valores sanguíneos: caso haja uma descida abaixo dos valores ideais, a intervenção rápida prevenirá a ocorrência de anemias mais severas. Nesta avaliação, também pode ser relevante incluir valores de ferro, ferritina, transferrina, saturação da transferrina, ácido fólico e vitamina B12 (cianocobalamina).

O puzzle da biodisponibilidade do ferro

Na nutrição funcional, pensamos em toda a rede nutricional que pode estar envolvida no desenvolvimento de uma anemia.

Quais são os micronutrientes que podem contribuir para a prevenção e/ou tratamento da anemia por défice de ferro?

  • Em primeiro lugar está o próprio ferro, responsável pelo transporte do oxigénio pela hemoglobina5. As suas principais fontes alimentares são vísceras (fígado, por exemplo), carnes vermelhas, leguminosas, sementes de abóbora e alguns cereais6. A microbiota intestinal pode facilitar a absorção de ferro.
  • A vitamina B2 (riboflavina) tem um papel fundamental na absorção e no armazenamento do ferro. A deficiência de riboflavina pode estar associada à anemia hipocrómica microcítica, como resultado da diminuída absorção de ferro5. Entre as fontes alimentares mais importantes incluem-se o leite e as vísceras6.
  • A vitamina A participa na mobilização das nossas reservas de ferro5. Em investigações mais recentes, alguns autores apontam também para a relação entre o défice de vitamina A e uma insuficiente absorção de ferro5. As fontes alimentares mais ricas em vitamina A são o fígado, a cenoura e a batata doce6.
  • A vitamina C aumenta a biodisponibilidade do ferro não heme presente nos alimentos, influenciando também o transporte e o armazenamento de ferro no organismo5. Goiaba, couve-galega, pimento, quivi e papaia são alguns dos alimentos mais ricos em vitamina C.
  • A deficiência em vitamina B12, bem como em folato, é uma causa importante de anemia megaloblástica. As principalmente fontes alimentares de B12 são fígado, amêijoas, ostras e carne vermelha – motivo pelo qual esta anemia é mais frequente em vegetarianos e veganos, para quem a suplementação é fundamental5.
  • Também o cobre ativa as cuproenzimas, necessárias à respiração celular e ao transporte de ferro5, e encontra-se em alimentos como o fígado, mexilhões, ostras, cereais integrais, nozes e chocolate5.
  • Em contrapartida, o cálcio tem um efeito inibitório na absorção do ferro, podendo agravar a anemia por deficiência de ferro5. Nestes casos, é recomendável evitar alimentos mais ricos em cálcio, como leite e derivados, a par da suplementação de ferro.

A suplementação e a anemia

Em algumas fases da nossa vida teremos maior necessidade de ferro e o consumo alimentar pode não ser suficiente. Nestas alturas, é importante recorrer à suplementação, de acordo com as recomendações de um profissional de saúde1.

Referências:

  1. https://awgp.pt
  2. https://www.who.int/health-topics/anaemia#tab=tab_1
  3. Tari E, Vörhendi N, Kiss S, Teutsch B, Váradi A, Sisák K, Alizadeh H, Hegyi P, Erőss B. Anaemia Is Associated with an Increased Risk of Fractures, a Systematic Review, and Meta-Analysis. Gerontology. 2023;69(1):1-13. doi: 10.1159/000522591. Epub 2022 Mar 21. PMID: 35314584; PMCID: PMC9808740.
  4. Kumar A, Sharma E, Marley A, Samaan MA, Brookes MJ. Iron deficiency anaemia: pathophysiology, assessment, practical management. BMJ Open Gastroenterol. 2022 Jan;9(1):e000759. doi: 10.1136/bmjgast-2021-000759. PMID: 34996762; PMCID: PMC8744124.
  5. Cozzolino, S.M.F., Biodisponibilidade de Nutrientes. 5a edição revisada e atualizada ed. 2016.
  6. Tabela de Composição dos Alimentos. versão 5.0 – 2021. https://portfir-insa.min-saude.pt.

Aviso legal:
Este artigo não tem a intenção de diagnosticar, tratar ou substituir aconselhamento médico sendo o seu conteúdo apenas para fins informativos. Consulta um médico ou profissional de saúde sobre qualquer diagnóstico médico relacionado com a tua saúde ou mesmo eventuais opções de tratamento. As afirmações feitas sobre produtos específicos neste artigo não são aprovadas para diagnosticar, tratar, curar ou prevenir doenças.

Sugestões Bioself

30% Physalis Ferro B12 Forte 45 Comprimidos
Physalis Ferro B12 Forte 45 Comprimidos
€14,91 €21,30
20% Salus Floradix Elixir 500ml
Salus Floradix Elixir 500ml
€29,59 €36,99
20% Now Iron Complex 100 Comprimidos
Now Iron Complex 100 Comprimidos
€18,55 €23,19
15% Liposomia Iron Complex 30 Cápsulas
Liposomia Iron Complex 30 Cápsulas
€12,41 €14,60
20% Lamberts Methyl B Complex 60 Comprimidos
Lamberts Methyl B Complex 60 Comprimidos
€26,36 €32,95
15% Solgar Complexo B 100mg 50 cápsulas
Solgar Complexo B 100mg 50 cápsulas
€16,24 €19,11

Partilhe este artigo

Deixe um comentário

Todos os comentários são moderados antes de serem publicados.